1 de março de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Doctor Who: O sucesso que percorre décadas

6 min read

Doctor Who é uma série atemporal que está sempre se reinventando e conquistando novos fãs ao redor do mundo. Seu sucesso começou lá em 1963 e vai até os dias atuais, é um grande marco da ficção cientifica e hoje iremos falar um pouco sobre o porque de ser uma série tão marcante.

A série clássica

Doctor Who é uma série que teve sua estreia em 1963, na BBC britânica. Inicialmente, a série era apenas uma forma de cobrir um buraco na programação da BBC e seria apenas uma série simples voltada para o público familiar.

A obra tinha a premissa básica de um viajante no tempo, o papel do doctor, um alienígena que possui dois corações, dos “Senhores do Tempo” do planeta de “Gallifrey”, que viaja pelo tempo e espaço em uma cabine policial, foi assumido pelo ator William Hartnell.

O sucesso da série foi extremamente maior do que o previsto e tudo ia bem durante três anos, até que William Hartnell ficou bem doente, a produção precisava encontrar um substituo para o papel do icônico doctor, mas era complicado, já que William Hartnell era tão querido e amado por todos os fãs.

Doctor (William Hartnell) e seus companheiros, Vicki (Maureen O’Brien) e Steven Taylor (Peter Purves)

Foi então que veio que veio a grande ideia, que se tornou a chave do sucesso e durabilidade, onde após sofrer consequências drásticas o Doutor não morreria, mas sim se regeneraria para um novo corpo completamente diferente.

Com essa premissa a série clássica teve 26 temporadas e 8 “doctors” interpretados por William Hartnell (1º Doutor), Patrick Troughton (2º Doutor), Jon Pertwee (3º Doutor), Tom Baker (4º Doutor), Peter Davidson (5º Doutor), Colin Baker (6º Doutor), Sylverster McCoy (7º Doutor), completando mais de 600 episódios e recebendo incontáveis premiações.

O 8º doctor surgiu através de um filme, o papel foi interpretado por Paul McGann.

Em ordem: William Hartnell (1º Doutor), Patrick Troughton (2º Doutor), Jon Pertwee (3º Doutor), Tom Baker (4º Doutor), Peter Davidson (5º Doutor), Colin Baker (6º Doutor), Sylverster McCoy (7º Doutor) e Paul McGann (8º Doutor)

Revival

A série clássica acabou ficando um tempo parada, então, em 2005 a BBC resolveu fazer um “revival” da série, após muitos pedidos dos fãs, reiniciando a história de uma forma que não seria preciso acompanhar todas as temporadas desde 1963.

A série atual não é um reboot, mas funciona de uma forma que não é preciso necessariamente entender todos os acontecimentos anteriores, já que a série “reinicia” a história.

Passamos a acompanhar então o 9º doctor, interpretado pelo Christopher Eccleston. Atualmente a série está na 13ª temporada e já conta com 13 “doctors”, sendo eles Christopher Eccleston (9º Doutor), David Tennant (10º Doutor), Matt Smith (11º Doutor), Peter Capaldi (12º Doutor) e a primeira doctor feminina, Jodie Whittaker (13ª Doutora).

Em ordem: Christopher Eccleston (9º Doutor), David Tennant (10º Doutor), Jodie Whittaker (13ª Doutora) Matt Smith (11º Doutor) e Peter Capaldi (12º Doutor)

Enredo

Na série acompanhamos um alienígena, conhecido como “Doctor”, que nasceu em um planeta chamado Gallifrey e pertence a uma raça chamada de Senhores do Tempo (Time Lords). Os seres dessa possuem dois corações e são universalmente famosos por compreenderem o tempo de uma forma não linear e dominarem tecnologias que possibilitam a viagem através do tempo e espaço.

O Doctor é conhecido apenas como “Doctor”, sendo assim seu nome é desconhecido por todos, é dai que vem o nome da série “Doctor Who”, sendo traduzido como “doutor, quem?”.

Os senhores do tempo não morrem, sempre que estão perto da morte, eles regeneram, mudando totalmente seu DNA e forma física, mas mantendo suas memórias.

O planeta de Gallifrey (terra natal dos Senhores do tempo)

Para realizar suas viagens no tempo, o doctor utiliza a Tardis, o nome é um acrônimo de “Time and Relative Dimensions in Space” (Tempo e dimensão relativos no espaço).

A TARDIS é uma máquina do tempo que possui a aparência de uma cabine policial, daquelas encontradas em Londres no ano de 1963 (ano inicial da série); a cabine possui tecnologia de Gallifrey, onde ela se camuflava conforme o ambiente em que estava, mas sofreu um problema no seu mecanismo de camuflagem e só possui a forma da cabine policial (que foi a última camuflagem dela).

10º Doctor (David Tennant) na TARDIS

O Doctor sempre procura alguém para se aventurar com ele, são os denominados “companions”, geralmente são pessoas que ele acaba encontrando em suas aventuras e que topam viajar com ele para qualquer lugar em que a TARDIS levar.

Acompanhamos então todas as aventuras do doctor, sejam elas no passado, presente ou futuro.

Alguns dos mais famosos vilões

Os vilões da série são sempre muito icônicos, porém o doctor possui um grande arqui-inimigo, que são os Daleks.

Daleks

Os Daleks são inimigos dos Senhores do tempo a muito tempo, eles são uma raça alienígena de mutantes guerreiros, essa raça irrita tanto o doctor, que sempre foi bastante integro e de um imenso caráter, pois eles são uma raça que está disposta a eliminar qualquer pessoa para conquistar poder.

O corpo dos Daleks é formado por metal, parecido com um tanque de guerra, eles possuem apenas um “olho” e ao se aproximar para matar alguém, eles gritam o famoso bordão “Exterminate”, que significa que vão exterminar que estiver em sua frente.

Cybermen

Além dos Daleks, os Cybermen também são bastante presentes na vida dos senhores do tempo. Eles são robôs criados em um universo paralelo no intuito de preservar os seres humanos, o cérebro da vitima é transferido para o robô e todas suas emoções são retiradas. Os Cybermen apenas seguem ordens e são utilizados como máquinas de guerra.

Anjos Lamentadores (Weeping Angels)

 Os anjos lamentadores são alguns dos vilões mais assustadores da série. Esses anjos são estatuas de pedra, que se movem somente quando não estão sendo observados, mesmo se sua vítima piscar, eles conseguem se mover no segundo da piscada.

Quando eles alcançam e tocam suas vítimas, elas são enviadas no tempo, podendo ser para o passado, presente ou futuro, sem deixar nenhum rasto, tornando assim o seu resgate basicamente impossível.

O Silêncio

Tão terrível quanto os anjos lamentadores, o silêncio tem o poder de se apagar da memória de quem os viu, tornando assim impossível identificar o que atingiu a suas vítimas. Eles conseguem controlar suas vítimas, manipulando todas as suas ações ou apenas as torturando.

 O Mestre

Apesar de ser um vilão, o Mestre é um dos personagens mais amados de toda a série, ele também é um Senhor do Tempo, que inclusive foi um grande amigo de infância do Doctor. Mas diferente do Doctor, seus objetivos não são apenas de conhecer o Universo e resolver conflitos, mas sim da conquista de poder.

É um personagem extremamente manipulador e calculista, que graças ao seu poder de regeneração, por ser um senhor do tempo, fica impossível saber como encontrá-lo ou quando está lidando com ele.

O Mestre, já foi apresentado com 6 versões diferentes (6 atores), tendo sua primeira versão feminina na série atual.

Companheiros

O Doctor já teve uma série de companheiros icônicos durante suas aventuras, seria impossível citar todos sem dar o devido valor que cada um merece. Cada companheiro do Doctor possui personalidades distintas e marcam o senhor do tempo de uma forma única. Suas despedidas são sempre difíceis para o Doctor, que vai se tornando cada vez mais triste por sofrer tantas perdas.

10º Doctor (Matt Smith) e seus companheiros Amy Pond (Karen Gillan) e Rory Williams (Arthur Darvill)

Conclusão

Doctor Who é uma série que se tornou referencia mundial ao mundo de ficção cientifica e viagem no tempo, muitos episódios da série clássica já se encontram perdidos devido ao tempo.

A série já teve episódios escritos até pelo icônico Douglas Adams, autor do ‘Guia do Mochileiro das Galáxias‘.

Temporada atual da série (13ª temporada).

Doctor Who também conta com uma lista imensa de premiações, sendo um fenômeno cultural, é a série de ficção científica mais antiga da televisão, tendo, atualmente, 59 anos desde sua estreia.

É uma obra que dispensa elogios e só nos resta deixar aqui a recomendação para quem não conhece ir agora conhecer. No Brasil, a série está disponível no GloboPlay.

3 thoughts on “Doctor Who: O sucesso que percorre décadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.