31 de março de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Perfil | Lin-Manuel Miranda: da Broadway ao Oscar

3 min read

Lin-Manuel Miranda quase recebeu, na última cerimônia do Oscar, o título de EGOT — como são nomeados as pessoas que conseguem vencer o Emmy, Grammy, Oscar e Tony. Nomes esses que se referem as principais premiações da classe artística mundial. Um feito para poucos e que significa que o artista conseguiu se consagrar nos palcos, na música, na TV e nos filmes. Mas a premiação do Oscar que lhe faltava, bateu na trave, com Billie Eilish levando a estatueta que o artista também concorria. Mesmo assim, isso diz muito sobre o talento que Lin-Manuel esbanja.

O artista americano de 42 anos começou sua carreira artística em 2008, ainda na universidade, quando escreveu a premiadíssima peça Em um Bairro de Nova Iorque (In the Heights). Em 2021, a peça ganhou uma versão cinematográfica e pode ser conferida na plataforma HBO Max.

Lin-Manuel Miranda ao centro protagonizando a peça In the Heights

Mas se engana que esse foi o único rumo de Lin-Manuel no início de sua carreira. O artista participou também de diversas produções televisas de sucesso, como Os Sopranos (1999), Sex and the City (1998) e House (2004). Mas mesmo com tantos trabalhos na TV, o artista nunca deixou de lado os palcos. Além de atuar em sua criação, Lin-Manuel teve participação na peça West Side Story — que inclusive ganhou novo remake nos cinemas recentemente. Além disso, teve participação recorrente na série His Dark Materials, da HBO, como o explorador Lee Scoresby.

O ápice de sua carreira foi, sem dúvidas, a criação do que viria ser um dos maiores musicais de todos os tempos, Hamilton. O artista escreveu, roteirizou, criou a melodia e canções do musical, além de protagonizá-lo, trazendo uma perspectiva inesquecível a história de Alexander Hamilton. Sendo essa, uma das poucas peças premiadas com o prêmio Pulitzer de drama, um feito raro.

Lin-Manuel Miranda na peça Hamilton

Dentre os filmes que Lin-Manuel Miranda atua, está a nova versão de O retorno de Mary Poppins (2019), onde também havia sido indicado ao Oscar de Melhor ator, mas não levou. E a adaptação e direção do filme musical Tick, tick… BOOM! (2021), que recebeu algumas indicações na cerimônia do Oscar deste ano. Como se isso não fosse impressionante o suficiente, Lin-Manuel também criou oito canções originais da animação Encanto (2021).

Paixão de Colecionador

Para quem conhece tais produções do artista, há também algumas versões dele em seus personagens mais relevantes em colecionáveis Pop! Funko. Confira as versões de seus personagens em His Dark Materials, Hamilton e O Retorno de Mary Poppins, respectivamente:

Com tantas criações e conquistas, o artista está desde 2017 a um Oscar de conquistar o EGOT e, como dito no início desse post, bateu na trave na edição de 2022. Mas com apenas esse prêmio faltante, é quase uma questão de tempo para ele conquistá-lo. Que ele continue criando e surpreendendo o público em todas as suas formas de trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.