4 de janeiro de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Crítica | After 3 – Depois do Desencontro: Franquia copia e falha em história saturada

2 min read

O terceiro filme homônimo da franquia de livros de Anne Todd, After – Depois do Desencontro chegou a Amazon Prime Vídeo no dia 01 de janeiro, para o delírio e alegria dos fãs — mas nem tanto.

A Terceira parte

Quanto vale um amor perante uma promoção na carreira e oportunidade única de vida? O amor consegue mesmo superar qualquer obstáculo? Tessa e Hardin querem provar que sim. 

Tessa lida com seu passado ao rever seu pai, dez anos depois, enquanto Hardin tenta provar que não passa mais de uma trama para se aproveitar dela. Landon e Hardin continuam a lançar faíscas entre si e Tessa se divide entre a obsessão e possessividade de seu amado, seu futuro e seus amigos.

Nessa terceira parte vemos também uma melhora na relação entre Hardin e seu pai — que no fim das contas nem pai dele era —, além de retratar timidamente outros tabus, como alcoolismo e infertilidade. Para quem acompanhou os filmes anteriores é um pouco decepcionante a ausência de Trevor (Dylan Sprouse), que ao longo da segunda parte, disputou a atenção e coração de Tessa, e ficou com sua participação pendente ao fim dele.

Toda a série de filmes e livros é problemática, repete os erros ao insistir na redenção do personagem abusivo, ao redor do drama do amor juvenil. Ainda assim traz o apelo do amor impossível, a descoberta da sexualidade e da maturidade que os personagens tentam desenvolver, o que justifica em partes o sucesso da obra entre o público jovem. 

Fórmula repetida desde Crespúsculo, 50 tons de Cinza e a esperada adaptação, Belo Desastre: personagem masculino tóxico, misterioso e problemático devastado pela mocinha desajustada em busca de aceitação e de encontrar seu lugar no mundo.

Fanfic que virou febre

Anna Todd criou e publicou a fanfic em 2013 e logo no ano seguinte assinou um contrato e publicou o primeiro livro, com 11 milhões de exemplares vendidos em todo mundo, traduzido em 30 idiomas. Os direitos para os filmes classificado como New Adult, foram vendidos e a primeira adaptação ganhou as telas em 2019, ganhando sua sequência logo em 2020 e tendo esse terceiro lançamento esse ano. Há ainda projetos para adaptar as demais obras, que completam 6 livros até o momento.

A terceira parte segue a trama dos livros mas isso não o torna menos enfadonho e batido, nota 3.

1 thought on “Crítica | After 3 – Depois do Desencontro: Franquia copia e falha em história saturada

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.