28 de dezembro de 2021

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Crítica | Being the Ricardos: Cinebiografia de I Love Lucy traz polêmicas da época

2 min read

A Amazon Prime Video esta investindo pesado em suas produções, para se manter competitiva com as demais plataformas streaming e quem ganha com isso, com certeza é o consumidor final.

A nova produção da plataforma, Being the Ricardos (Apresentando os Ricardos em tradução livre), traz Nicole Kidman e Javier Bardem interpretando o icônico casal televisivo, Lucille Ball e Desi Arnaz, criadores e protagonistas de uma das sitcoms de maior sucesso da TV americana de todos os tempos, I Love Lucy.

Produzido por Aaron Sorkin (A Rede Social), o filme biográfico retrata o processo criativo do show, os obstáculos de produção, os elevados níveis de exigência de Lucy — um tanto perfeccionista — e o drama e furor que a mídia da época causou ao intitular Lucy como comunista. Além desse cenário inóspito que coloca em xeque a fama e carreira de ambos protagonistas, temos no meio da história dúvidas da atriz em relação a fidelidade de seu marido, na vida real.

A interpretação de Nicole e Javier se mostrou impecável e irrepreensível, através de momentos de tensão, em uma entrega absoluta aos personagens que interpretam e a semelhança comportamental com a realidade vem sido muito elogiada pelos críticos e até notada pela academia do Oscar, trazendo Nicole como forte candidata a sua segunda estatueta no próximo ano.

O enredo do filme é bem acelerado, confuso as vezes, sarcástico na medida e com momentos semelhantes a uma produção documental, onde vemos comentários pontuais de atores representando falas de parte dos funcionários, roteiristas e agentes da dupla, preenchendo lacunas da história.

A caracterização de ambos protagonistas revivendo tais ícones impressiona pela semelhança, não só nos momentos por trás do show mas também pela reprodução de cenas icônicas da série, como o momento de Lucy esmagando uvas na Itália.

Nicole Kidman representando cena icônica
Lucille Ball na cena original dos anos 60

Mesmo quem nunca assistiu o show mas acompanha um pouco de TV e séries americanas, reconhece a reputação e valor que a série teve nos anos 60 e que moldou o papel da mulher na TV, além de trazer seu primeiro protagonista latino as telonas e mostrar a gravidez da atriz como parte do show.

Esse filme com certeza deve ser assistido com olhar crítico e valorizado pela homenagem que carrega, além de esperar suas devidas nomeações nas principais premiações do próximo ano, posicionando-se como forte candidato a categorias principais. Nota 8, pela nostalgia, gênero e atuação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.