23 de novembro de 2021

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado (Amazon Prime) encerra sua 1ª temporada com falhas e obviedade

4 min read

A revisitação de histórias ou universos que deram certo já se tornou comum em Hollywood. Dentro do mundo das narrativas de terror isso é ainda mais cotidiano. Outubro de 2021, por exemplo, foi o pico de lançamentos que revisitam algo que rendeu boas críticas e bilheterias com o lançamento de Halloween Kills: O Terror Continua nos cinemas e Chucky e Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão passado em streamings. No entanto, o risco dessas produções é ainda maior pelas inevitáveis comparações. Ou seja, a decisão de revitalizar ou recriar uma história já conhecida tem seus perigos.

A série da Amazon Prime Video, criada por Sara Goodman (Gossip Girl: A Garota do Blog, de 2009 a 2012), Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado foi uma dessas produções que bebem de um slasher de sucesso dos anos 1990. A primeira temporada do seriado chegou ao capítulo final no dia 12 de novembro e deixou vários questionamentos. Mas essas perguntas não são somente sobre a trama, pelo contrário. A reflexão principal que fica é: qual o propósito deste produto?

Um grupo de jovens, prestes a se formar no ensino médio, se envolvem num acidente de carro onde eles matam uma pessoa. Os cinco amigos resolvem não contar o acontecido para a polícia, por medo de terem o seu futuro impedido pelo ocorrido. Eles escondem o corpo e seguem as suas vidas, acreditam que o segredo estaria enterrado com o corpo. No entanto, um ano após o evento mortal, os cinco amigos se veem de volta à sua cidade natal sendo ameaçados por uma pessoa desconhecida que deseja puní-los pelo que aconteceu no verão passado.

Existe uma inconsistência entre a qualidade narrativa e dramática dos episódios. O começo da série é bom e consegue captar a atenção do público e esse ritmo se mantém até o episódio três. Depois disso, o espectador é jogado numa montanha russa desprazerosa de decisões erradas e más interpretações da proposta narrativa. No final do passeio, quem suporta acompanhar a trágica reinterpretação do slasher teen se pergunta por que investiu tanto tempo em algo que caiu no óbvio e claramente se perdeu.

O seriado produzido pela Amazon Studios e Sony Pictures Television Studios já começou sua trajetória carregando um legado falho anterior ao seu nascimento. A trilogia cinematográfica, também inspirada no livro de mesmo nome, de Lois Duncan, teve mais baixos do que altos. O primeiro filme (Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado, de 1997) foi uma resposta da indústria à revitalização dos slashers gerada por Pânico (1996). Surfando nessa onda, o primeiro longa-metragem da franquia conseguiu superar as expectativas e as más críticas e foi um sucesso de público. Suas sequências, no entanto, não obtiveram o mesmo resultado.

O segundo longa (Eu Ainda Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado, de 1998) foi visto como uma tentativa despropositada e pessimamente elaborada. Depois dele, houve um hiato de oito anos até que, em 2006, Eu Sempre Vou Saber o que Vocês Fizeram no Verão Passado foi lançado diretamente em DVD. A própria decisão de ter o projeto diretamente na mídia física já é um alerta sobre a qualidade do filme. No caso do terceiro filme da franquia — que não tem a ver com a história dos dois longas anteriores —, essa máxima do direto para vídeo estava correta. A produção não acerta em nenhum ponto e é, de longe, uma das piores produções de franquias slashers feitas nas últimas décadas.

A produção da Amazon chegou no meio do caminho entre os três filmes. O sabor final, contudo, é amargo como o terceiro longa da franquia. O maior erro da série é confiar em subtramas que não se sustentam. Esses melismas que, supostamente, deveriam enriquecer a narrativa, escancaram o quanto o futuro da série era frágil. As escolhas são óbvias e são sucedidas por mudanças repentinas nas características dos personagens.

Com isso, o capítulo final e a possibilidade de uma segunda temporada retoma o questionamento do que motiva essa série a se manter viva. É perceptível que existem caminhos para continuar de onde a história parou, mas a que custo? Para uma produção que se mostrou promissora em seus primeiros momentos, Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado finaliza seu primeiro ano com frustrações e escolhas ruins. A crítica internacional tem seguido essa linha de pensamento e basta saber qual será a decisão da Amazon Studios em seguir ou não com o segundo ano de produção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.