7 de março de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

Batman | Conheça todos os Batmóveis da TV e do Cinema

4 min read

Batman é um personagem que chama muita atenção por causa dos seus métodos para resolver situações, traje gótico, equipamentos de última geração e claro, um carro que deixa qualquer um admirado, querendo pilotá-lo.

O carro que virou marca registrada do herói já teve diversas versões ao longo dos anos, seja em adaptações para séries ou filmes, ele sempre rouba a cena quando aparece. Por isso, hoje listamos para vocês todas as versões do batmóvel do cinema e tv.

Leia também nossa crítica do novo filme do herói:

Crítica | Batman entrega suspense policial jamais visto antes

Confira a lista:

Batmóvel Clássico de 1966-1968 (série)

Na série Batman, dos anos 60, um Licoln Futura foi usado como base para a criação do Batmóvel da época. Com um designer futurístico e mais arrojado, esse carro foi muito usado pelo saudoso ator Adam West. Durante anos esse carro foi um símbolo para aquela geração.

Um carro preto com linhas vermelhas e um motor envenenado. Os vidros dianteiro e traseiro se juntam, fechando a parte do piloto e copiloto, os protegendo; armas e sistemas de localização, tudo o que você pode imaginar tinha nesse carro.

Batmóvel de 1989-1992 (filme)

Em 1989, no filme Batman interpretado por Michael Keaton, tivemos um dos carros mais bonitos de todos os tempos. Tendo um chassi de Chevrolet e motor Ford, era um monstro em meio a Gothan, quando ele aparecia não tinha como fugir. Armas, radares e blindagem eram alguns de seus acessórios.

Tendo 7 metros de comprimento e 3 metros de largura, com um motor Ford 460 BigBlock V8, 7,5 litros, 550 CV e chegando a 250 km/h, ele podia andar pelas ruas de Gotham com agilidade e facilidade, apesar do tamanho. Sendo todo preto, o carro foi uma inovação para a época, a diferença entre esse e o de Adam West era gritante.

Esse foi um dos carros mais copiados pelos fãs ao longo dos anos e também um dos mais queridos. O carro também voltou a ser visto no segundo filme do morcegão, Batman: O Retorno (1992).

Batmóvel carnavalesco de 1995-1997 (filme)

1995/1997

Após o grande sucesso dos filmes de Michael Keaton e seu batmóvel fantástico, duas versões foram criadas para os filmes Batman Eternamente (1995) e Batman & Robim (1997), dois dos filmes mais criticados pelos fãs. E claro, os carros também sofreram muitas criticas, já que seu designer era muito estranho, não era bonito de se ver, os dois mais pareciam holofotes do que um carro do Batman, que, originalmente, tendia a ser impressionante pelo seu tamanho e formato, não pelas suas cores e luzes. Nesse sentido, esta versão ficou tal qual um carro alegórico de carnaval.

Ambos os modelos tem 7,62 metros de comprimento e 2,40 metros de largura, tendo um motor chevy ZZ3 com off-road, 5,74 litros e chegando a 530km/h acionando o turbo, sem dúvida eram forte e rápidos, mas suas luzes e designer carnavalescos acabaram sendo esquecidos pelos fãs.

 

Todos os atores do Batman no cinema antes de Robert Pattinson

 

O tanque de Nolan de 2005-2012 (Filmes)

Christopher Nolan, diretor da trilogia de filmes que teve Christian Bale como Batman, quis trazer um batmóvel único e muito diferente das suas versões anteriores, dando um ar de poder e agressividade. O modelo chamado Tumbler foi baseado nos tanques militares que carregava soldados para a linha de frente. Robusto, com blindagem e armamento pesados, radares e sistema automático, esse carro foi criado para ser uma arma na guerra contra o crime de Gotham.

Possuindo um motor de 500 CV, uma turbina de propano líquido de 1,5 mil CV conseguindo chegar a uma velocidade de 320 km/h, é um monstro que pode atravessar paredes como se fosse papel, não queira ser perseguido por ele e nem fique em seu caminho. Dentro dele também existe uma variação de moto, para quando o carro for destruído o Batman não ter problemas para continuar perseguindo o alvo.

Um tanque mais MORTAL de 2016-2021 (filmes)

Se o de Chistian Bale já era robusto e agressivo, o de Ben Aflleck era ainda maior e mais mortal. Contendo diversas armas, blindagem reforçada, radares, sistemas de defesas automáticos, uma peça de metal retrátil na parte da frente usada para derrubar paredes reforçadas e um sistema de fusão nuclear, esse carro não é brincadeira.

O carro tem 6 metros de comprimento e 3,65 metros de largura, pesando quase 4 toneladas e podendo chegar até 330 km/h, para um tanque é poder e velocidade demais.

Esse modelo foi apresentado no filme Batman vs Superman: A Origem da Justiça (2016) e levou um ano para ficar pronto. Ele também apareceu em Esquadrão Suicida (2016), Liga da Justiça (2017) e a versão Liga da Justiça Snyder Cut (2021).

The Batman 2022 (filme)

E voltamos aos clássicos, esse batmóvel é muito diferente dos antecessores, sendo mais um “carro” do que uma nave ou um tanque. Teve inspiração em um Muscle Car norte-americano dos anos 50 e 60. Nele podemos ver que apenas alguns detalhes foram modificados, deixando o designer mais fiel ao próprio carro original.

Blindagem e mais potência foram as grandes mudanças dele. Um motor V8 biturbo que consegue produzir 650 CV e podendo chegar à 330 km/h, ele é um verdadeiro carro de perseguição turbinado, que nos proporcionou uma das melhores cenas de todo o filme.

Foram produzidos quatro modelos, que ficaram espalhados pelo mundo para o lançamento do filme nessa última última quinta-feira, dia 03.

Agora precisamos ver quais próximas versões estarão por vir nas próximas produções do Batman, que já estão confirmadas, mas sem data de estreia.

Confira também:

Perfil | Robert Pattinson: Vampiro, Homem Morcego e outras versatilidades do ator

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.