1 de setembro de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

O que são os Anéis de Poder? Conheça os artefatos que serão destaque na nova série do Senhor dos Anéis

6 min read

O Senhor dos Anéis é uma franquia altamente consagrada, tanto em sua literatura quanto no cinema. Mas, um dos elementos principais da narrativa dessa nova produção, é a criação desses anéis que tanto o universo de Tolkien estabelece em suas produções durante a 2ª Era e os eventos da 3ª era de mundo.

Sendo assim, hoje falaremos um pouco mais sobre os anéis de poder: quais são, como funcionam e quem os têm como seus durante o desenrolar da história.

Origem

Imagem retirada do jogo Shadow of War: Annatar e Celebrimbor se unindo para criar os anéis.

Durante a 2ª Era, havia um artesão élfico chamado de Celebrimbor, muito famoso e conhecido por sua habilidade herdade de seu avô, o grande rei dos Noldor Fëanor. Ele acabou sendo ludibriado a criar 16 anéis, por uma figura chamada Annatar, o Senhor dos Presentes, que na verdade era o Senhor do Escuro Sauron, que tinha se disfarçado para conseguir tais artefatos e poder dar continuidade no plano de conquistar a Terra-Média. Porém, em segredo, Celebrimbor também criou mais três anéis, que ficaram em posse dos elfos, sendo as armas perfeitas contra Sauron.

Os nove para os Homens

Os primeiros a serem criados foram os nove anéis que foram dados aos reis humanos, que acabaram sendo corrompidos por Sauron. Isso porque esses artefatos tinham muito do poder de persuasão do Senhor do Escuro, facilitando entrar na mente dos homens e colocá-los a seus pés, como servos.

Os efeitos dos anéis sobre eles era evidente, fazendo com que cada um adquirisse um grande poder, riquezas exorbitantes e por fim, a vida eterna. Entretanto, ao ver que o artefato dava e muito para eles, com o passar do tempo, ele também tirava, e cada vez mais, tornando a vida insuportável — fora que quando eles os utilizavam, fantasmas e ilusões eram colocadas perante a eles por Sauron, dando um vislumbre do pós vida, mas de forma cruel e dolorosa.

Com o passar dos anos, um por um caiu sob o controle de Sauron, e se tornaram espectros que faziam o que ele queria, sendo seres sem paz que procuram incansavelmente pelo Um Anel. Apenas depois da destruição do Anel Governante é que eles descansarão eternamente.

Um dos nove Nazgul conhecidos, é o Bruxo de Angmar, o general das forças de Sauron, e o mais temível adversário dos povos livres, onde nenhum homem é capaz de matá-lo.

Os sete para os Anões

Sete foram criados para entregar aos grandes senhores das montanhas, os anões, que tinha como objetivo em dominar essa raça, por serem fortes, resistentes e terem um certo domínio no que se trata em construir estruturas dentro de montanhas e cavernas.

Assim como os nove, eles garantiam riqueza em abundância, vida prolongada e intensificava ainda mais a ganância de quem o portava, algo que realmente levou aos anões que usava, à sua ruína. Entretanto, o plano de Sauron acabou caindo por terra, já que eles são criaturas teimosas, impedindo a influencia do Senhor do Escuro sobre eles. Quem diria que a famosa teimosia dos anões, serviria para algo!

Infelizmente, eles acabaram se autodestruindo com o passar das eras por causa de sua ganancia pelo ouro e pedras preciosas, fazendo com que eles se afundassem ainda mais em seus salões e sendo destruídos pelos seus inimigos. No fim, poucos sobraram para contar a história de seu povo.

Os três para os elfos

Em segredo, Celebrimbor acaba criando outros três anéis, após ter descoberto que havia sido enganado por Sauron, porém, garantindo que o Senhor do Escuro jamais encoste neles, sendo totalmente puros e perfeitos, como deveriam ser.

Narya, o anel de fogo, foi dado para Gil-Galad, o Alto Rei dos Nordor na 2ª Era, depois passado para Círdan, o Senhor dos Portos Cinzentos, e por fim foi usado por Gandalf, até o fim da 3ª Era. Seu poder era de inspirar os outros a resistir à tirania, dominação, desespero e resistência ao cansaço do tempo.

Vilya, o anel do ar, que também era de Gil-Galad, mas quando morreu, Elrond, que era o seu vice regente e arauto, acabou recebendo-o para tomar conta e usar com sabedoria. É dito que esse é o anel mais poderoso dentre os três, podendo prever o futuro, controlar os elementos como foi mostrado durante a cena em que os Nazgûl estavam perseguindo o Um Anel, e com uma torrente de água dentro de suas terras, ele os mandam para longe. E um outro poder, não menos importante, o poder de cura.

Nenya, o anel de diamante, que foi dado por Celebrimbor para Galadriel, que a via como a criatura mais bela de toda Arda, tendo uma paixão suprimida por ela, que mais tarde é revelada. Seu poder era de preservação, proteção e ocultação do mal, algo que é mencionado por ela quando Frodo a questiona sobre Sauron, onde é dito que a um poder escondido em Lórien que a oculta do mal.

O Um Anel

Diferente dos outros, o Um Anel foi criado pura e unicamente por Sauron na Montanha da Perdição, onde ele colocou todas as suas forças e poderes para dar inicio a sua conquista da Terra-Média. Os poderes que ele tem são diversos, sendo eles desde ocultação até controle sobre os outros anéis criados.

A ocultação que o anel dá é a invisibilidade, onde o portador fica totalmente escondido da visão dos seres vivos e da luz de Arda, porém, ele fica visível dentro do mundo dos espectros, e por aqueles que tem os outros anéis. Há quem diga também que os elfos vindos das terras imortais também conseguem ver o véu que esconde o portador. Porém, para quem o usa, ele tem total visão de ambos os planos, tanto terreno quanto espectral.

O resistência do portador também é aumentada, o deixando mais forte e evitando que fique fadigado, mas isso se o portador aceitar totalmente o anel. Se você lutar contra ele, o efeito é o oposto.

Longevidade é outro poder que é dado ao portador, levando a ele uma vida longa de muita sorte, mas como foi dito antes, para isso ele precisa aceitar o anel, se não o pior acontecerá. Aumento de poder também é mais um dos atributos que o portador recebe, algo que o deixa mais forte em batalhas. Ele também serve como um tradutor linguístico, fazendo com que a pessoa entenda a língua negra de mordor.

Controle sobre os outros anéis, esse é o principal poder dele, controlar todos aqueles que tem em posse os 16 anéis que foram dados por Sauron. Uma ligação entre os poderes é feito entre esses 17 anéis. Apenas os 3 dos elfos não tem essa ligação por completo, mas se Sauron toca-los, isso se completará.

Outros poderes também são descritos, como aumento da ganância, infundir o ódio no coração e trazer o lado maligno do portador.

E vale ressaltar, que para esses poderes funcionarem, o portador tem que usa-lo, se não usar não funcionara, entretanto, se você estiver perto, sua persuasão que vem do Um Anel é gigantesca, somente aqueles que tem total domínio de sua dignidade, honra e principalmente esperança, pode repeli-lo, mas isso é algo quase que impossível para qualquer criatura existente.

Seus portadores foram Sauron, Isildur, Gollum, Bilbo Bolseiro e Frodo Bolseiro.

A série contará com 8 episódios, sendo que os dois primeiros serão lançados hoje (1) para alguns lugares do mundo, e para nossa sorte, o Brasil é um desses. Mas, sua data oficial é no dia 02 de setembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.