1 de junho de 2022

Nerd Cult News

O seu blog preferido de Cultura Pop

My Broken Mariko: Vale a pena ler o mangá?

2 min read
My Broken Mariko mangá

My Broken Mariko é um mangá de Waka Hirako, e foi publicado no Japão em 2020. No Brasil, a obra foi distribuida pela editora JBC.

A obra de Waka Hirako se tornou bastante aclamada pela critica e chegou a ganhar o prêmio Shining! Bros Comic Award, da TV Bros, em outubro de 2020. Um ano depois, o mangá ganhou o 24th Japan Media Arts Festival Awards, que é uma das principais premiações para mangás.

Recentemente foi anunciado que a obra ganhará uma versão em live-action, contando com a produção e o roteiro de Yuki Tanada. Pensando nisso, preparamos esse texto falando sobre as principais razões da produção ser tão aclamada e se vale ou não a pena conhecer a história.

My Broken Mariko: O premiado mangá ganhará uma versão em live-action

Sobre o que fala o mangá?

Na obra acompanhamos Tomoyo Shiino, que após descobrir sobre a morte de sua amiga, Mariko, que cometeu suicídio, parte em uma jornada em busca de encontrar uma forma de homenageá-la. Shiino esteve com Mariko durante vários anos e acompanhou os abusos que a jovem sofria em casa.

Vale a pena ler My Broken Mariko?

My Broken Mariko não é uma leitura fácil, muito pelo contrário, o mangá aborda muitos temas pesados, que podem desencadear em uma série de gatilhos. Vale ficar alerta a partir daí, pois a história retrata todos os temas de uma forma bastante realista e os com muita maturidade.

O roteiro gira em torno do forte sentimento de amizade que ronda Tomoyo e como ela enfrenta a passagem do luto. Acompanhamos uma série de flashbacks do passado das duas, visualizando todos os traumas pelos quais Mariko passou e todas as dificuldades que ela teve que enfrentar.

My Broken Mariko
Reprodução: My Broken Mariko

Durante os flashbacks, podemos visualizar toda a violência que a jovem Mariko foi exposta desde muito nova — como agressões e até o abuso sexual. O mangá consegue abordar todo o sentimento, mostrando o quanto Mariko sofria em excesso com tudo aquilo, até chegar em um ponto onde ela se sentia culpada, mesmo sendo a vítima.

Toda a construção do mangá, desde a forma como os personagens são desenhados, retratam toda a confusão de sentimentos de Tomoyo e toda a sua passagem pelos estágios do luto, seus momentos de desespero, raiva e aceitação.

Realmente não é uma leitura fácil. A obra aborda de uma forma bastante realista, o suicídio, abusos, depressão e o luto, causando um grande impacto emocional no leitor. Em apenas alguns capítulos, temos um vislumbre de como tanto sofrimento pode afetar a vida das pessoas e a obra se torna uma grande aula de empatia.

Não deixe de ler:

Semantic Error | Vale a pena ler as novels?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Uma empresa criadora de conteúdos nerds e agora também um clube de assinatura.